Aceleramos o esportivo da Porsche com combustível sintético

0
565
Porsche

A Revolução dos Combustíveis: Porsche investe em eFuel

Constantes debates sobre redução da emissão de gases poluentes se espalham pelo mundo. E para tentar resolver a questão, o setor automotivo foi tomado pela eletrificação. É tanto que já tem montadora com 100% do portfólio composto por carros movidos a eletricidade. Mas, seja por viabilidade, por infraestrutura ou por diversos outros motivos, nem todos são a favor dessa medida e, por isso, outras soluções vêm sendo apresentadas, como o hidrogênio, o gás, o próprio etanol e até a gasolina sintética. E a Porsche vem investindo pesado nisso.

O que é eFuel?

Chamado pela marca de eFuel, a gasolina sintética, em síntese, nada mais é que uma gasolina que, ao invés do petróleo, usa a água como base. Em síntese, tem todo um processo para chegar no metanol e, a partir daí, desenvolver o combustível.

Produção e Sustentabilidade

A princípio, o eFuel tem as mesmas propriedades do combustível fóssil, todavia, é obtido por meio da eletrólise do hidrogênio com a adição de CO2. Desse modo, é totalmente neutro em carbono.

Usina Haru Oni no Chile

Para fabricá-la, apenas as energias solar e eólica são necessárias. A sede dessa tecnologia inovadora, a usina Haru Oni, foi inaugurada no fim de 2022 e fica no sul do Chile. Mais precisamente em Punta Arenas.

Expansão e Mercado

A Porsche quer impulsionar a tecnologia e atingir todo o planeta. Inicialmente, o uso do e-combustível se restringe ao Chile, nos principais projetos de automobilismo. A meta é lançar o eFuel no mercado dentro de um ou dois anos. Sobre preços, ainda é difícil precisar.

Desempenho e Eficiência

Na prática, o comportamento do carro não muda, o consumo é eficiente, e o combustível se mostrou bastante eficiente, fazendo o carro consumir perto de 10 km/l em trajeto misto.

Frota Mundial Neutra em Carbono

Com a meta de desenvolver essas tecnologias em escala cada vez maior, a Porsche busca atender os 1,3 bilhão de carros que ainda circulam com motores a combustão em todo o planeta. A ideia é ter uma frota mundial com carbono neutro, menos custo e mais eficiência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui