fbpx
sábado, dezembro 3, 2022
InícioCarrosUber quer diminuir frota de motores de combustão interna e focar em...

Uber quer diminuir frota de motores de combustão interna e focar em veículos elétricos até 2030

A Uber está adotando a energia elétrica a bateria nos Estados Unidos e, de acordo com o CEO Dara Khosrowshahi, a gigante de mobilidade urbana quer que toda a sua frota no país tenha EVs até 2030.

Isso significa que se um motorista for dos Estados Unidos e não tiver um veículo EV até o ano estipulado, ele não poderá ingressar na plataforma.

As mudanças anunciadas pela Uber

De acordo com a CBS News, a empresa já está fazendo um esforço para adicionar mais veículos elétricos à sua frota por meio de sua opção Comfort Electric, que agora está disponível em 15 cidades adicionais dos Estados Unidos, elevando o total para 25 cidades/estados na América do Norte.

No entanto, o objetivo final é ter uma frota totalmente elétrica, o que significa finalmente dar adeus aos carros com motor de combustão interna.

“Temos como meta ser totalmente elétrico nos Estados Unidos, Canadá e Europa”, declarou o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi.

Quando questionado se um motorista que tem um carro movido a gasolina será permitido na plataforma em um futuro não muito distante, Khosrowshahi afirmou claramente: “Não, pois de acordo com nossos planos seremos totalmente elétricos”.

De acordo com a EPA, o transporte é a maior fonte de emissões de gases de efeito estufa nos Estados Unidos, e espera-se que os veículos elétricos ajudem nessa questão.

Infelizmente, os modelos elétricos a bateria não são baratos, custam em média US$ 60.000, embora a Uber planeje gastar US$ 800 milhões para ajudar a compensar o custo para seus motoristas.

A empresa também pagará aos motoristas um dólar por cada viagem de EV que fizerem, além de oferecer descontos na cobrança.

Recentemente, a Uber se uniu à Hertz em uma tentativa de dar aos motoristas a opção de alugar Teslas semanalmente ou mensalmente.

Uma motorista do Uber, Mallissa Gilgen, aluga um Tesla vermelho desde março deste ano e está ganhando US$ 200 a mais por semana por causa disso.

“Eu não sei sobre você, mas $ 200 por semana somam, sabe? Para mim e minha família, isso é como uma semana de mantimentos garantida”, disse Mallissa.

Ela também disse que menos pessoas estão cancelando suas viagens quando veem que estão sendo apanhadas em um Tesla e depois deixam gorjetas maiores.

Quer saber mais ou conversar com a gente a respeito do tema? Siga nossa página no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências. Você também pode nos acompanhar no Instagram.


Veja também:

Receba as últimas notícias e novidades do mundo automotivo diretamente em sua caixa de e-mail.

Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

pt_BRPortuguese